Sobre a História da nossa terra!

da

Começaram ontem em Vermoil, os tradicionais festejos do Bodo das Castanhas. A origem e antiguidade secular desta feira, com origem no reinado de D. João III (1521 - 1557), confere-lhe um estatuto de enorme relevância a nível nacional. Durante vários anos, a Sociedade Filarmónica Vermoilense, teve um papel determinante na organização e continuidade dos festejos. Actualmente, a sua organização está a cargo da Junta de Freguesia de Vermoil, que procedeu a alterações significativas nomeadamente, na introdução das tasquinhas e na duração da feira, que passou de um para três dias.

O historial da “festa do vodo”, a sua designação inicial, encontra-se bem retratado no Núcleo Museológico de Vermoil, que tem na sua posse uma réplica do documento original da autorização do rei, que permitia a realização da festa. Pode descobrir estas e outras histórias da Freguesia de Vermoil, no Núcleo Museológico que está aberto, este Sábado e Domingo, das 15 às 18 horas. 

Como vem sendo hábito, a Sociedade Filarmónica Vermoilense, marcou presença, com o grandioso concerto na noite inaugural. Este ano, está também representada com uma tasquinha, que confecciona pratos deliciosos e tradicionais: Bacalhau à Filarmónica, Grelhados Mistos, Tortulhos, Galo de Cabidela e Borrego.

Não há portanto, motivos nenhuns para ficar em casa este fim-de-semana. Vamos todos a Vermoil e claro está, comer à Tasquinha da Filarmónica!